Dicas gerais e roteiros Vistos / Imigração

Quero ir para a Austrália! O que devo saber?

Publicado por Marina Abreu Silva

Quero ir para a Austrália! O que devo saber?

Você decidiu que quer vir morar na Austrália, seja temporariamente ou permanentemente, e agora tem todas as dúvidas: Como faço? Quanto custa?

Vou tentar tirar as dúvidas mais básicas com esse post.

* Claro que os valores citados aqui vão variar de cidades, bairros e etc.. mas dá pra ter uma idéia.

Clique no link para ir para o assunto desejado:

Entrar na Austrália | Trabalhar na Austrália | Acomodação | Escolha da Cidade | Escolha do Bairro | Transporte | Alimentação | Bebida e Cigarro | Balada | Roupas e Eletrônicos

1 – Como faço para entrar na Austrália

Muita gente acha que é só “passar da fronteira” e quando chegar aqui vai dar um jeito de ficar ou acha que se ficar aqui por alguns anos vai conseguir residência só por isso. Não é assim que funciona!

A primeira coisa a se fazer é pesquisar sobre os vistos disponíveis e quais os direitos e deveres de cada um. E se sua intenção for a residência australiana, o planejamento inicial é fundamental ou você pode chegar aqui e perceber que não é tão fácil quanto você pensou.

O visto mais comum é o visto de estudante onde você pode permanecer na Austrália enquanto estiver estudando (se conseguir renovar, claro) e pode trabalhar meio período (40h quinzenais).

Você tem que ter a frequência exigida na escola e passar nas matérias. O investimento é de +- R$20 mil reais para 6 meses contando passagem, curso e visto. Sem contar acomodação e custo de vida aqui. (o preço pode variar dependendo da época, curso e escola).

Você não vai conseguir residência só porque está aqui no visto de estudante por X anos, você vai ter que ficar renovando como estudante até se encaixar em outro visto que dê residência.

Eu aconselho a vir com uma agência de estudantes porque a maioria não cobra taxas para te ajudar com o visto, elas ganham comissões de escolas, passagens e etc e vão te dar apoio e tirar suas dúvidas não só no Brasil mas como na Austrália também. Peça seu orçamento para o visto de estudante sem compromisso.

Se você tem um passaporte europeu elegível, você pode tentar o Working Holidays ou o Work and Holidays que oferece um ou dois anos de visto sem limites de horas de trabalho e você também pode fazer um curso de inglês. Esse visto tem um custo muito menor, praticamente só a taxa do visto, mas você tem que ter até 30 anos e depois de um ou dois anos (depende do visto) você só pode ficar na Austrália se aplicar pra outro visto.  Leia mais sobre esse visto – Entenda os vistos mais comuns para a Austrália.

Se você é um profissional qualificado de uma das profissões em demanda na Austrália, você pode tentar o Skilled Visa que oferece residência permanente direto e você pode aplicar ainda estando no Brasil.

O visto conta com um sistema de pontos onde sua idade, nível de inglês, experiência profissional, educação, entre outros, vão dizer se você é elegível.

Leia mais sobre esse visto – Entenda os vistos mais comuns para a Austrália e converse com um agente de imigração que pode analisar seu caso e tirar todas suas dúvidas – Consulta com um agente de imigração.

2 – Trabalhar na Austrália (Salários)

“É fácil arrumar trabalho na Austrália? Quanto tempo demora pra arrumar trabalho? Qual a melhor cidade pra trabalhar? Quanto se paga por dia de trabalho na Austrália”

Essas são perguntas muito difíceis de responder. Eu volto a pergunta: Você está disposto a trabalhar em “qualquer área”? Quais seus skills? Quanto tempo vai se dedicar na busca por trabalho?

Tem bastante emprego na Austrália sim mas não é tão fácil pra quem chega aqui sem falar a língua e vai trabalhar em uma área que nunca trabalhou antes e não tem nenhuma experiência local.. além das barreiras do visto como limite de horas para trabalhar e horário de aulas (visto de estudante).

O primeiro emprego é o mais difícil, mas depois que você tem alguma experiência aqui, tudo fica mais fácil. Por isso eu digo que não se pode negar ou escolher trabalho, muitas vezes trabalhando em um Coffee Shop você vai fazer contato com funcionários e clientes que podem no futuro te ajudar com um emprego na sua área.

A palavra é Network! Faça contatos, vários amigos, se abra para as oportunidades.

Se você realmente vai PRECISAR trabalhar na Austrália, escolha uma escola que tenha aulas de manhã e à noite assim você pode trocar seu turno caso ache emprego em um horário que coincida com sua escola.

O salário mínimo é $18 por hora e é a média que se paga como waiter, dishwasher, glassie e etc. Mas dependendo do lugar e horário, essas mesmas profissões podem pagar $20+ por hora e sem contar gorjeta ou outros extras.
Como labour ou cleaner você pode fazer $25+ por hora. Então faça suas contas trabalhando 20h por semana e recebendo o mínimo (de começo) = $360 por semana.

Aqui normalmente se recebe por semana ou por quinzena.

Pra saber mais sobre as vagas e salários, principalmente em outras áreas, entre nos sites de emprego da Austrália e pesquise as vagas em aberto. Veja aqui Sites para busca de emprego na Austrália.

No Tagarela atualizamos as vagas de emprego todos os dias – Veja as vagas de emprego de hoje!

3 – Acomodação na Austrália (Aluguel, BOND)

“Quanto custa o aluguel na Austrália? Onde acho acomodação? Como alugar uma casa na Austrália? O que é BOND?”

Assim como se recebe por semana ou quinzena, aluguéis também são pagos dessa forma.

BOND: é um depósito de segurança que você paga quando aluga uma casa ou um quarto e só recebe de volta quando sair e se for constatado que tudo está em ordem e você não causou nenhum dano à propriedade. Normalmente o valor é de 2 ou 4 semanas de aluguel.

SEMPRE peça o recibo do seu bond para não ter problemas quando for receber de volta.

Alugar uma casa ou um quarto: Você vai pagar o bond e as vezes algumas semanas de aluguel adiantado, e normalmente pode sair com um aviso de 2 semanas de antecedência.

Por isso fica difícil alugar alguma coisa com meses de antecedência já que as vagas liberam com duas semanas e são preenchidas rapidamente. Comece a procurar acomodação um mês antes da chegada e em último caso reserve um backpacker pra uma ou duas semanas até encontrar outro lugar pra morar.

Para alugar uma casa ou um apartamento inteiro pela imibiliária você vai precisar de extrato bancário (australiano), provar que está trabalhando, cópia do visto e vários outros documentos que variam de imobiliária para imobiliária. Então se quiser alugar uma casa inteira você também tem a opção de encontrar anúncios feitos direto pelo proprietário onde a burocracia será menor.

Aconselho a procurar acomodação nos grupos do facebook com outros brasileiros para as primeiras semanas, por ser um meio mais seguro, e quando já estiver aqui pode escolher melhor o bairro e lugar que quer morar.

A média de aluguel é de $150-$200 por semana pra dividir quarto, $200+ por semana pra um quarto sozinho e $300+ para um quarto de casal.

Importante: existem vários golpes nessa área onde você deposita algum dinheiro e não tem mais notícias. Então não pague nada sem antes fazer uma inspection e pedir recibo e os dados de quem está alugando pra você.

Sites para busca de quarto e casas: domain.com.au (conjunto de várias imobiliárias) , gumtree.com.au (muito cuidado com esse site, não conselhável se você não está na Austrália), flatmate.com.au (indicado principalmente se você quer morar com pessoas de outras nacionalidades), gayshare.com.au (aqui as pessoas não dão muita importância se você é hétero ou não, mas se você quiser ser mais específico na busca de acomodação existe o gay share).

4 – Escolha da cidade

“Melhor cidade para se morar na Austrália? Qual cidade tem mais emprego?”

Outra pergunta muito difícil de responder. Assim como no Brasil algumas pessoas preferem Rio e outras São Paulo, essa é uma opinião muito pessoal.

Você gosta de frio? Você quer morar na praia? Você gosta de cidade grande?

Lembre-se que na Austrália você tem deserto, neve, montanha, praias.. pode escolher! E acredito que não tem escolha errada.. todas as cidades são lindas e tem seu próprio charme.

Nas cidades maiores você vai ter mais oportunidades mas a concorrência também será maior. Então procure saber as características de cada cidade como população, clima, e pesquise as vagas de emprego em cada uma delas. Veja aqui Sites para busca de emprego na Austrália.

Principais cidades: Sydney, Melbourne, Brisbane, Perth, Adelaide, Gold Coast, Canberra

5 – Escolha do bairro

“Qual bairro devo morar? Qual bairro é o mais seguro?”

Depois de escolher a cidade vem a pergunta sobre os bairros. Mais uma vez eu volto a pergunta pra você: Você quer morar na praia? Você quer morar perto da escola?

Outra pergunta muito pessoal. Quanto a segurança, a Austrália é um país bem seguro, mas não se pode esquecer que pessoas “ruins” existem em qualquer lugar.. então não deixe de trancar as portas e tomar cuidado básico ao andar pelas ruas mais desertas.

Acho difícil escolher o bairro perfeito antes de já estar morando aqui. Então procure algo próximo a sua escola ou mais central para facilitar o transporte e depois de um ou dois meses você vai saber qual bairro é mais a “sua cara”.

Os bairros mais afastados são mais baratos (e quando digo afastados são 30-45 min de trem ). Então procure morar perto da etação de trem ou ponto de ônibus e não tem erro.

Use o google maps!

6 – Transporte

“Quanto custa o transporte na Austrália? Funciona?”

O transporte na Austrália não é perfeito e você vai ver atraso de vez em quando e por alguns minutos. Com transporte público dificilmente você vai ficar horas no trânsito pra chegar em casa.

Cada cidade tem seu sistema de ticket mas você pode contar com um máximo de gasto de $60 por semana.

Cada cidade também tem um app e o site do governo onde você pode colocar dois endereços e obter informação de qual transporte e horário. Sites úteis: Transporte NSW, Transporte QLD, Transporte VIC, Transporte WA .

Uma outra opção pra quem quer economizar e ainda fazer um exercício.. é andar de bicicleta. Você consegue comprar uma bike “boa” por $100.

Lembrando que aqui pra andaar de bike tem que usar capacete, luz na bike e etc. Confira as regras nos sites do governo.

7 – Alimentação

“Quanto vou gastar com alimentação na Austrália? O que vou comer?”

Claro que você não vai achar o arroz e feijão em qualquer canto, inclusive pra comprar feijão não é em qualquer lugar, mas aqui se come salada, carne, massa e todo o resto.

É normal você ir a um restaurante e pedir um steak e você receber só o steak, ou salada ou batata frita.

Se você cozinhar suas refeições você vai conseguir economizar bastante, então uns $60 dólares pode durar pra sua semana.

Se você trabalhar em restaurante ou café, você economiza bastante porque além de comer lá, muitas vezes você pode levar comida pra casa.

Caso você coma fora todos os dias, economizando dá pra gastar $5-$10 em cada refeição.

8 – Bebida e cigarro

Importante lembrar que a Austrália coloca um imposto enorme nesses itens com a intenção de fazer as pessoas consumirem menos álcool e cigarro.

Uma garrafa de cerveja Longneck  (350ml) custa em média $8 em uma balada. Aqui é muito comum comprar cerveja em jarra nos bares porque sai mais barato, uma jarra dá uns 3 copos e você pode achar por $10-$15.

O shot aqui é 30ml e não 50ml como no Brasil. Dá pra notar a diferença quando você tomar seu primeiro drink aqui, é bem fraco. Prepara $10 por dose e quase $20 por um coquetel.

Aqui as pessoas tem bastante costume de tomar Cidra.. sabe aquela de maçã que a gente toma no natal? Pois é. Aqui é bebida de balada e pode até ser chique! Normalmente um pouco mais barato que cerveja.

Pra tomar umas em casa com amigos você pode comprar bebidas nos Liquor Shop que sai muito mais barato. Mas lembre-se que não pode beber na rua, então se comprar pra beber em casa vai ter que ser em casa.

O maço de cigarro custa de $15-$20, então pra quem fuma um maço por dia isso vai ser um rombo no orçamento. Aqui muitas pessoas compram o fumo pra fazer cigarro de “palha” que sai mais barato. Ou se você já tiver pensando em parar.. a hora é agora! =)

E lembre-se de que só pode entrar na Austrália com 50 cigarros (unidades e não maços) e com 2.2 litros de álcool. Então não adianta querer trazer o estoque pro ano inteiro na mala.

9 – Balada

Na Austrália tem balada pra todo gosto e muitas delas são de graça ou cobram $5 – $10 pra entrar.

Não vai faltar um pub pra você ir com amigos, um parque pra fazer um piquenique, um praia pra fazer um churrasco (várias praias tem churrasqueiras que você pode usar de graça) ou uma festinha em casa.

10 – Roupas e eletrônicos

A Austrália não é os EUA e você não vai achar os eletrônicos e roupas tão baratos.

Mas existem várias lojas onde você pode achar peças de roupas super baratas ou você pode comprar online em sites de outros países e entregam aqui em normalmente uma semana.

Para eletrônicos eu ainda acho um pouco mais barato que o Brasil mas a maior vantagem é que você pode comprar algumas coisas em outros países e ter a entrega aqui sem imposto. Pesquise no ebay dos EUA ou outros sites e confira se tem entrega na Austrália.

Para conferir preços australianos: Ebay AU e JB HI-FI . Por aqui você já tem uma idéia de preços.

 

Se você tem mais alguma dica, escreva nos comentários! Espero que esse post ajude no seu planejamento  =)

Sobre o autor

Marina Abreu Silva

Marina (Nina) mora em Sydney desde 2010. É barista, baterista, developer, blogger e agente educacional. Trabalha com intercâmbios e criou o site Tagarela pra ajudar outros brasileiros que tem a intenção de visitar, morar ou migrar para Australia.

13 Comentários

  • olá Marina, adorei as dicas!
    Tenho uma dúvida: e se caso a estudante engravidar e ter o filho na Austrália, quais os benefícios?

  • Boa noite, Marina estou me decidindo em viajar para Austrália, vou com a minha mulher, e pretendo ir como turista, ver quais opções de escolas de inglês tem por aí estudar preço e depois aplicar o visto de estudante e tenho a preocupação de tipo eu indo como estudante é muito difícil achar lugares que me deixem trabalhar 8h diárias?
    E tipo eu indo como estudante, pretendo ir para morar penso depois do curso de inglês fazer um College, trabalhar na área em. Demanda e aplicar. O. Visto permanente .
    Esse meu pensamento é válido?
    Obrigado e ótimo post!

    • Oi Rogerio,

      Como estudante só pode trabalhar 40h por quinzena.
      Seu plano de estudo é válido sim, mas tem que ser muito bem planejado. As regras e listas da imigração estão sempre mudando então você pode acabar estudando um curso que não vai estar mais disponível pra um visto de trabalho quando terminar os estudos.

  • Marina , boa tarde ! Suas dicas são excelentes !
    Farei 22 anos agora e estou na metade de um curso de engenharia de produção. Tenho vontade de ir para morar ! Tenho inglês intermediário alto , não tenho pressa para ir ! Quero trabalhar mais de 20h semanais , sem escolher demais , pois trabalho desde os 19 no Brasil , 8h/dia , sendo que , já fui até barman num ônibus boate
    Você teria algo para dizer para alguém na minha situação? Qual o melhor visto , uma quantidade média que devo juntar para chegar aí e ficar tranquilamente até arrumar o primeiro emprego .
    Agradeço sua ajuda com suas dicas. 🙂

  • Se eu consigo $360 por semana,
    pago $120 dividindo quarto,
    pago $60 transporte,
    pago 7X2X $10=$140 refeições,
    então $360-$120-$60-$140 sobra $40,
    confere? agradeço a resposta.
    quero ir como estudante.

  • Marina, adorei as dicas.
    Já tomei a decisão de mudar, já juntei a grana pra isso e agora estou na fase de decidir para onde ir.
    Quero uma cidade de praia, que não faça muuuuito frio no inverno. Uma cidade que tenha uma boa infra estrutura de escolas, hospitais, empregos, sem o caos/agitação de uma cidade tão grande quanto Sydney, por exemplo.
    Alguma sugestão para ajudar uma indecisa em potencial?
    Obrigada!
    Fernanda

  • Adorei suas dicas! Explicou de tudo um pouco e foi esclarecedor! Agora basta aguardar minha poupança aumentar pra poder partir também! Kkkk ✈️

Deixe seu comentário

dois × dois =