Notícias Vistos

Tudo o que você precisa saber sobre o visto de estudante da Austrália!

Encontre aqui as informações que você deve saber sobre o processo do visto de estudante para a Austrália.

Eu sou uma agente educacional qualificada na Austrália, meu número de registro é QEAC L260.

Aplicar Para O Visto Por Conta Própria Ou Por Uma Agência?

O valor gasto será praticamente o mesmo.

As agências recebem comissões das escolas, passagens aéreas e etc. Portanto todo o trabalho da agência sai “de graça” para o estudante.

Se você quiser comprar o curso direto com a escola, será o mesmo preço.

Eu aconselho a fazer por uma agência porque você terá pessoas experientes e qualificadas para não só para te ajudar com a aplicação do visto, mas também para te dar suporte e tirar suas dúvidas não só no Brasil mas também quando chegar na Austrália.

Quando aplicar para o visto?

Se você estiver no Brasil, nós indicamos que a organização de documentos comece com pelo menos 4 meses de antecedência, para que tudo esteja pronto e o visto possa ser aplicado em no mínimo 2 meses antes da viagem. 

No geral, não é recomendado que as passagens aéreas sejam compradas antes da aprovação do visto. Como as passagens ficam mais caras ao se aproximar da data da viagem, quando mais cedo aplicarmos para o seu visto, mais cedo teremos uma resposta da imigração australiana e assim você poderá encontrar passagens aéreas mais baratas. 

Avaliação dos Vistos de Estudantes

De maneira geral, os vistos de estudantes de brasileiros que estão fora da Austrália são avaliados na Embaixada da Austrália em Brasília, por oficiais de imigração que possuem um bom conhecimento da realidade brasileira. Quem aplicar para seu visto de estudante estando dentro da Austrália, terá seu visto avaliado por oficiais de imigração também localizados dentro do país. 

De acordo com as regras para o visto de estudante, a documentação a ser apresentada para obtenção do visto de estudante tem duas classificações: regular ou streamlined arrangement. Regular é para aplicações com nível de risco maior e a streamlined para aplicações de menor risco.

Esse risco vai ser determinado pela combinação do risco da escola escolhida e do país do passaporte usado para a aplicação do visto. E os riscos são atualizados a cada 6 meses, última semana de março e última semana de setembro.

A principal diferença é que nas aplicações com menor risco, você não precisa enviar documentação para comprovação financeira e apresentar evidência de teste proficiência de inglês. Mas isso não quer dizer que a imigração não possa pedir os extratos e documentações caso achem necessário.

A tabela abaixo mostra a combinação do risco da escola e país e qual o nível de documentação a ser enviada.

R = regular e S = streamlined streamlined table

Na atualização de setembro de 2019, o Brasil voltou a ser um país de risco 1, o que significa que, mesmo se a escola matriculada for de nível 3, o estudante não precisará, em teoria, apresentar comprovação financeira e/ou evidência de proficiência de inglês. 

No entanto, de maneira geral, essas regras podem ser aplicadas somente para os casos de estudantes que estão aplicando para os vistos de dentro da Austrália (onshore). Para os casos offshore, ou seja, de fora da Austrália, é aconselhável que as evidências de capacidade financeira sejam fornecidas no ato da aplicação, uma vez que é regularmente cobrado pela escritório da imigração australiana na Embaixada em Brasília. 

Regras Básicas Para A Aquisição Do Visto De Estudante

Estudar por mais de 12 semanas

Como o visto de visitante (turista) permite estudar por até 12 semanas, essa é a opção para quem quer fazer um curso mais curto. No entanto, é importante lembrar que no visto de turista não é permitido trabalhar em nenhuma circunstância. 

O estudante tem que se matricular em uma escola full-time

Isso não quer dizer que a escola tem que oferecer aulas todos os dias, mas sim que o aluno tem que cumprir com toda carga horária do curso e não tem a opção de fazer só algumas matérias por semestre por exemplo.

O estudante tem que demonstrar que a permanência na Austrália é temporária

O objetivo do visto de estudante é que você estude aqui e volte para o seu país de origem.

Para determinar se sua intenção em voltar para o país de origem é genuína, a imigração vai levar em conta:

  • As circunstâncias do país de origem do solicitante;
  • Incentivos de retorno ao país de origem: a imigração irá avaliar as suas circunstâncias no seu país, se você tem uma qualificação ou um histórico empregatício, ou até mesmo aspectos pessoais e familiares, que podem representar um incentivo de retorno ao terminar o curso. 
  • As potenciais circunstâncias do solicitante na Austrália: como por exemplo ter ficado na Austrália por um período longo sem completar uma qualificação ou várias mudanças de escolas;
  • O histórico de imigração do solicitante: a imigração vai conferir se você teve vistos negados ou cancelado tanto na Austrália quanto em outros países;
  • O valor do curso para o futuro do solicitante:  a imigração vai levar em conta se você está aplicando para um curso que não está relacionado com sua carreira ou qualificações anteriores. Obs: talvez você queira mudar totalmente de área, nesse caso basta explicar bem o seu caso à imigração.
  • Qualquer outro motivo relevante às intenções do solicitante ficar na Austrália temporariamente.
  • Você tem que conseguir explicar porque uma qualificação na Austrália vai te beneficiar no futuro quando retornar ao seu país.

Boa Conduta

Em alguns casos, o solicitante pode ter que providenciar atestados de antecedentes criminais de todos os países que residiu por pelo menos 12 meses nos últimos 10 anos (a partir de 16 anos de idade).

Exames Médicos

A imigração pode pedir exames médicos para o aplicante e eles devem ser feitos por um médico credenciado pela imigração australiana.

Para vistos com duração de menos de 6 meses normalmente não pedem exames.

A lista de todos as clínicas credenciadas aqui.

Seguro Saúde

O deverá contratar um seguro saúde obrigatório chamado Overseas Student Health Cover (OSHC), que deve ter a mesma duração do seu visto. Apenas poucas empresas 

Os dependentes também devem adquirir o seguro obrigatório. Lembrando que o seguro para casal é mais caro do que o seguro individual para duas pessoas. Isso se dá ao fato de que o casal pode vir a ter filhos na Austrália.

Atualmente, somente seis empresas são autorizadas pelo governo australiano de vender OSHC. São elas: Ahm, Allianz, BUPA, CBHS, Medibank e Nib. Mais informações sobre o que o seguro cobre e como funciona AQUI.

Dívida com o Governo

O estudante não deve ter nenhuma dívida com o governo australiano.

Qual A Duração Do Visto De Estudante (Contando Férias)?

A duração do visto de estudante vai depender da data do seu CoE (comprovante de matrícula oficial).

O visto já vai vir com a data final INCLUINDO as férias.

Se o seu curso for de 10 meses ou menos, seu visto de estudante normalmente vai acabar um mês a mais da data do término do seu curso.

Se o seu curso for de mais de 10 meses, seu visto de estudante vai acabar 2 meses depois da data de término do seu curso. Se seu curso terminar em novembro ou dezembro, o seu visto vai terminar normalmente no dia 15 de março do ano seguinte, ou seja, 3 meses depois do término do seu curso.

Comprovação Financeira Para O Visto

No geral, para quem estiver estiver fora da Austrália, é altamente recomendável fornecer documentos de capacidade financeira. Os estudantes dentro da Austrália podem simplesmente alegar no formulário de solicitação de visto que tem acesso ao valor necessário para se manterem durante o período de estudo na Austrália.

E isso pode ser comprovado de duas formas (basta uma):

Fundos para os primeiros 12 meses :

Essa comprovação não precisa estar na sua conta, pode ser na conta de terceiros que vão assinar como seu suporte financeiro. Se o estudante não for financiar os seus próprios estudos na Austrália, a imigração australiana permite que os custos sejam arcados por um suporte financeiro. Esse suporte deverá ser uma pessoa próxima do estudante, de preferência pelos pais ou outro parente mais próximo. O ideal é não deixar margem para questionamentos diversos, uma vez que as dúvidas poderão atrapalhar na avaliação de seu perfil.

Se o seu curso for menor do que 12 meses o valor será proporcional e se for maior, só precisa comprovar por 12 meses.

Você tem que demonstrar que tem acesso a fundos para se manter na Austrália por 12 meses:

Estudante: AU$ 1,754 por mês ou AU$ 21.041 por ano

Se o cônjuge for acompanhar o estudante principal como seu dependente, deverá adicionar o valor de AU$ 614 por mês. E para cada filho, deverá adicionar AU$ 263 por mês. Caso os filhos estejam em idade escolar (5 a 18 anos), deverá adicionar também o valor da escola, que sai em média AU$ 6.000 por semestre, a depender do estado de destino e da idade do menor.

Renda anual dos pais ou cônjuge:

Pais se refere aos responsáveis legalmente e não somente aos pais biológicos.

Se o cônjuge estiver incluído na solicitação como dependente, a demonstração de renda anual não poderá ser uma opção como comprovação financeira. 

O income anual dos pais (pode ser a soma dos dois) ou do cônjuge (que não está viajando) deve ser de pelo menos AUD $62,222 por ano, se existir dependente na aplicação a renda deve ser de AUD $72,592 por ano.

O renda anual deve ser comprovado somente com a declaração oficial de imposto de renda do ano fiscal anterior, emitida pela Receita Federal. 

Dependentes

O visto de estudante da Austrália permite que membros da sua família te acompanhe durante os seus estudos como seus dependentes. 

Os estudantes devem declarar todos os membros da família na aplicação do visto. Se não for declarado, a pessoa não vai poder entrar como dependente posteriormente. A não ser que a pessoa se tornou “membro” da família depois da aplicação por casamento ou registro do relacionamento, por exemplo.

Para o cônjuge ser considerado dependente tem que comprovar que estão casados oficialmente OU tem o registro de relacionamento (união estável) emitido há pelo menos 12 meses OU comprovem que tem um relacionamento contínuo de mais de 12 meses (normalmente provas de que moram juntos por pelo menos 12 meses).

Para registros de relacionamentos (União Estável) feitos dentro da Austrália, não é necessário demonstrar 12 meses de emissão. 

Essa regra também é válida para casais do mesmo sexo.

Apenas filhos menores de 18 podem acompanhar os pais como dependentes. Se a criança estiver em idade escolar (5 a 18 anos), é obrigatória a sua matrícula em escola australiana, que sai em média AU$ 6.000 por semestre, a depender do estado de destino e da idade do menor.

Notas e Presença no Curso

O estudante deve ter pelo menos 80% de presença nas aulas, a não ser que esteja fazendo universidade, mestrado ou doutorado.

Se o estudante não tiver a presença necessária, a escola irá notificar o estudante por uma carta informando que vão notificar a imigração. O estudante tem 20 dias úteis para procurar a escola e explicar seus motivos. Caso a escola não esteja satisfeita, o CoE (comprovante de matrícula oficial) será cancelado e um registro sobre esse cancelamento será feito junto a imigração. Se o estudante não possuir um CoE válido por 28 dias, o visto será cancelado. 

O estudante também deve ter uma performance aceitável e se não passar nos exames ou não tiver o progresso esperado, a escola poderá informar a imigração.

O estudante tem a obrigação de manter seu endereço atualizado na escola para receber as notificações.

Trabalhando No Visto De Estudante

O estudante pode trabalhar até 40 horas quinzenais enquanto o curso estiver em andamento e sem limites quando estiver em férias escolares. A mesma regra serve para o dependente.

Dependentes de estudantes de mestrado ou doutorado podem trabalhar full-time.

O estudante só pode começar a trabalhar a partir da data de início do curso.

Outras Informações Importantes

Curso ELICOS

Não existe um limite de duração do curso de inglês. O estudante pode estudar inglês pelo tempo necessário.

Claro que a escola vai te passar de nível e você não vai poder ficar no nível avançado pra sempre.

Mudando de Curso ou Escola

Se o estudante quiser mudar de curso na mesma escola, tem que ser um curso do mesmo nível. Se o curso tiver uma duração maior, o estudante poderá solicitar a imigração um novo visto para terminar o curso. Se o curso tiver uma duração menor, o estudante tem 28 dias depois do término do curso para deixar a Austrália ou se matricular em um novo curso de nível igual ou superior ao anterior.

O curso tem que ser sempre do mesmo nível ou maior, o estudante não pode “regredir” e mudar pra um curso de inglês se já está fazendo um diploma por exemplo.

Se o estudante quiser mudar de escola e não tiver completado ainda 6 meses do curso principal, ele precisará de uma carta de liberação da escola que seguirá as regras do contrato em questão.

Se o estudante já tiver completado 6 meses de estudo do curso principal, ele pode mudar de escola sem precisar da carta de liberação mas lembrando que deve seguir as regras de se mudar para um curso do mesmo nível ou maior e se a nova escola for de um risco maior, a imigração pode pedir os documentos que não foram apresentados na aplicação do visto.

Ferramenta Para Conferir A Documentação

Já está liberada no site da imigração a ferramenta onde você coloca a escola e o país de passport para saber a documentação necessária para o visto de estudante.

Acesse AQUI.

Agora que você já sabe como o visto funciona. Solicite um orçamento sem compromisso para o seu Visto de Estudante utilizando o formulário abaixo:

Nome *

Email *

Telefone *

Cidade *

Onde você se encontra? *

Cidade de preferência na Austrália *

Curso de interesse *

Quando pretende ir para Austrália ou em quanto tempo seu visto vai expirar? *

Quanto tempo pretende ficar? *

Mais informações

Banner Ebook Adelaide 1
Solicite Orçamento
Promo Sydney
Banner Manual Intercambista
Promo Casal Adelaide
Promo Adelaide
Promo Casal Sydney

Sobre o autor

Marina Abreu Silva

Marina (Nina) mora em Sydney desde 2010. É barista, baterista, developer, blogger e agente educacional. Trabalha com intercâmbios e criou o site Tagarela pra ajudar outros brasileiros que tem a intenção de visitar, morar ou migrar para Australia.

4 Comentários

  • No caso da comprovação financeira anual, seria 70 mil dolares para a pessoa cujo os pais tem dependentes no Brasil, ou seria 70 mil dolares se tivesse dependentes indo para a Austrália junto com o estudante?

  • bem esclarecedor, acredito que será por perfil mesmo, aplicação chegando lá vai ser meio loteria o que vão pedir… isso em alguns casos poderá ser bom ou ruim. Sobre proof of your English language ability, Como será?? Grata

    • Se você estiver vindo fazer um curso de inglês, não terá que comprovar nível de inglês pro visto.
      Mas se vier fazer um curso VET ou faculdade, você precisa ter os requisitos que a escola pede OU se for um país de risco, a imigração pode pedir um exame de certificação da língua.

Deixe seu comentário

vinte + 16 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.