Depoimentos

Brasileiros na Austrália – Leandro Reis

Publicado por Ligia Ruy

Confira o bate-papo com Leandro Reis, estudante que mora em Melbourne e está na Austrália desde setembro de 2014.

Deixar uma vida confortável e cômoda no Brasil para se jogar no desconhecido não é uma atitude fácil. O estudante Leandro Reis, 28 anos, fez isso em 2014 e está muito leandro2
feliz com sua escolha.
Apesar de muitas pessoas decidirem fazer um intercâmbio por alguma insatisfação na terra natal, com Leandro não foi assim. “Eu tinha um bom emprego na área de marketing, trabalhava com o que gostava e estava feliz de modo geral. Contudo, eu acreditava que tinha muitas aventuras para viver antes de construir uma vida cheia de raízes em São Paulo”, diz. Ele conta que foi motivado a vir para a Austrália pela oportunidade de aprender definitivamente a língua inglesa e ter novas experiências de vida. “Eu me preparei praticamente um ano para a minha viagem, juntei dinheiro, terminei meu namoro e meses antes fiquei até doente de ansiedade. Não era o meu primeiro intercâmbio, mas desta vez eu não sabia o que me esperava, meus sete meses iniciais poderiam se tornar dois anos, quatro anos ou até mesmo uma vida toda. Eu vim bem aberto para tudo e já estou aqui há dois anos”, completa.

leandro5Durante este tempo, Leandro estudou inglês, Business e atualmente faz um curso de Marketing. Logo que chegou à Austrália, ele aproveitou o verão em Gold Coast, Queensland, e depois de seis meses se mudou para Melbourne, Victoria, onde vive até hoje. Em relação a sua adaptação a uma cultura diferente, ele afirma ainda estar se adaptando em alguns aspectos, mas que isso nunca foi um problema para ele. “Até hoje tenho algumas dificuldades, como por exemplo, ainda não me adaptei à comida local. Porém, como já vim para a Austrália sabendo falar inglês, minha adaptação foi tranquila”, diz. Leandro estudou inglês no Brasil por vários anos e quando chegou à Austrália aproveitou a experiência para aprimorar a língua, aumentar seu vocabulário e desenvolver uma conversação mais natural.
Perrengues fazem parte do intercâmbio quando damos de cara com o desconhecido. Para Leandro, os maiores deles foram leandro1financeiros. “Muitas vezes que viajei voltei quebrado, tinha que trabalhar imediatamente, pois praticamente não tinha dinheiro no bolso”, comenta. Falando em viajar, nesses dois anos, ele já carrega uma grande bagagem de lugares novos que conheceu.
Na sua lista estão Byron Bay, Brisbane, Cairns (onde mergulhou na Grande Barreira de Corais), réveillon em Sydney, Tasmânia, Great Ocean Road, Philip Island, Yarra Valley, Adelaide e South Australia, Nova Zelândia, Indonésia, Singapura e Malásia, além dos lugares que morou. “Ainda quero ir para a Tailândia, Filipinas e Camboja”, completa ele. De todos, ele diz que Nova Zelândia é o lugar mais bonito que ele já foi.

Quando perguntado sobre o que ele mais gosta na Austrália Leandro afirma ser a forma tranquila dos australianos. “Aqui eles têm uma qualidade de vida muito boa e prezam por ela”, disse. Ele também afirma já ter realizado a maior parte dos seus sonhos aqui na Austrália, porém sente muita falta de algumas coisas que só o solo verde amarelo tem. “Sinto falta da comida, família, amigos, minha cultura, meu idioma. A Austrália é maravilhosa, mas o Brasil também é incrível”, conta.

Para quem está pensando em fazer um intercâmbio, Leandro deixa um recado: “Intercâmbio pode ser uma decisão para a vida, há quem faça um e nunca mais volta, ou apenas um período de aprendizado e diversão. Sugiro se preparar para viver grandes momentos, o que tiver que acontecer vai acontecer com ou sem planos”.

leandro3

Sobre o autor

Ligia Ruy

Deixe seu comentário

dois × dois =