Dicas gerais e roteiros

Intercâmbio: o que não levar na mala

Publicado por Ligia Ruy

A hora de fazer a mala pode ser um pesadelo quando você não conhece muito bem para onde está indo. Adotar o minimalismo nessas horas é sempre uma boa pedida, assim você pode garantir que as coisas mais importantes estão na bagagem e que não terá um monte de bugigangas que nunca serão usadas fazendo espaço no seu armário.

Muito provavelmente a vida que você vai levar durante o intercâmbio será diferente da vida que você leva no Brasil, logo, muitas das roupas e sapatos utilizados no dia a dia podem ser deixados de lado. É fundamental fazer uma pesquisa sobre o clima e o estilo de vida da cidade em que você vai morar, assim como ter ideia do que você pretende fazer durante suas horas livres.

Para te ajudar a fazer essa seleção do que deve ficar no Brasil e o que deve ir pra mala, fizemos uma seleção das coisas que você NÃO precisa num intercâmbio. Confira:

 

Roupas

roupas

Tenha em mente que você terá uma vida de estudante, com trabalhos informais e vai andar muito pela cidade para descobrir o que ela tem de melhor para oferecer. Então você não precisa levar:

  • MUITAS ROUPAS DE BALADA: leve uma ou duas peças e aposte em peças que sejam mais versáteis e úteis para várias ocasiões.
  • TODOS OS PIJAMAS QUE VOCÊ TEM: duas trocas de pijamas são o suficiente. Enquanto um lava, você usa o outro. Prático e garantia de mais espaço na mala.
  • 800 CALÇAS JEANS: esse item chave é chave exatamente porque é versátil. Duas calças jeans podem ser revezadas tranquilamente. Além disso, na maior parte da Austrália você vai usar shorts e saias em 70% do ano.
  • UMA COLEÇÃO DE ROUPAS DE PRAIA: três biquínis/shorts/sungas são mais do que o suficiente para quem vai morar em cidade de praia. Para que não vai, um só está ótimo. Não se esqueça, menos é mais.
  • MUITOS VESTIDINHOS PORQUE ELES SÃO FOFOS: não. Dois vestidos são mais do que o suficiente pela praticidade e elegância que ele dá. No mais, invista em roupas que sejam mais versáteis de acordo com as combinações de acessórios e complementos.
  • CASACOS DE INVERNO: se você vai morar numa cidade mais fria, dois casacos de inverno serão o suficiente. Ou até um casaco mais algumas jaquetas/blusas que combinadas te mantenha aquecido. Para quem vai estudar nas áreas mais tropicais, só leve um casaco pesado caso tenha a intenção de visitar lugares frios. Do contrário, dá pra se garantir com sobreposições de jaquetas e blusas.

Sapatos

sapatosSerão muitas horas descobrindo lugares a pé ou de transporte público. Ter sapatos confortáveis e versáteis é indispensável na bagagem. Cores neutras também são sempre um ganho.

  • SALTO ALTO: se você gostar muito de salto alto, coloque um na mala. Do contrário, ele pode ficar de fora. Você dificilmente usará no seu dia a dia e, quando for sair, rasteirinhas e sapatilhas são muito bem aceitas socialmente.
  • 300 VARIEDADES DE HAVAIANAS: é verdade que as Havaianas aqui (sim, Havaianas são vendidas na Austrália) não têm estampas tão coloridas e diferentes como no Brasil. Um chinelo seria mais do que o suficiente para um intercâmbio, mas se você fizer muita questão de variar e ficar com medo das alcinhas estourarem, traga duas. Mais do que isso é um crime contra a boa mala de viagem.
  • SAPATOS BONITOS MAS DESCONFORTÁVEIS: selecione para a mala somente aqueles sapatos que você adora, que você sabe que são confortáveis e que vão combinar com diversas roupas. Comprar sapato novo para levar na viagem pode ser a maior furada.

Produtos de beleza/higiene

higiene

Mas e se lá não tiver cera de depilação? E se não tiver hidratante, óleo corporal, creme de cabelo anti-frizz? Calma, tem tudo isso aqui. O grande investimento quando se trata de cosméticos e produtos de higiene é trazer seus produtos preferidos de marca nacional. Os demais, você pode encontrar por aqui.

  • MARCAS MUNDIAIS: há marcas que você pode encontrar em todas as cidades desenvolvidas do mundo. Pesquise sobre os produtos que você gosta e verifique se a marca está no país destino.
  • SHAMPOO/SABONETE/CONDICIONADOR: a não ser que você use uma marca muito específica, deixe para comprar esses itens por aqui. Os preços são razoáveis e o espaço na mala é sagrado.
  • MUITOS ITENS DE MAQUIAGEM: são grandes as chances de que você não use maquiagem muito frequentemente em um intercâmbio. Selecione os itens chave e os preferidos para uma necessaire funcional e prática.

Acessórios

acessoriosOs acessórios dão um charme especial ao look além de fazerem uma roupa parecer algo complemente diferente. Invista em acessórios de qualidade e práticos, que sejam pau pra toda obra.

  • MUITAS BIJOUTERIAS: tudo bem se você tem um brinco preferido de bijuteria e quer levar. Mas depois de pouco tempo esse brinco pode quebrar, perder a cor ou até inflamar a sua orelha. Coloque na mala uma ou duas bijuterias preferidas e deixe mais espaço para relógios, anéis, colares e brincos que combinem com várias situações e que não vão se deteriorar com o tempo.
  • MIL BOLSAS: o melhor investimento num intercâmbio é uma mochila. Uma bolsa de lado e uma de tamanho médio também podem ser bem práticas. E ponto final. As bolsas cheias de firulas e de cores mil provavelmente ficarão só ocupando espaço no armário.
  • MUITOS ACESSÓRIOS DE CABELO: enfeitar o cabelo pode ser maravilhoso, mas esses itens se perdem muito fácil e também saem de moda rápido. Escolhas uns poucos preferidos e coloque na mala. Se depois você quiser variar, você pode comprar esses itens com bastante facilidade em qualquer lugar da Austrália.

 

Artigos esportivos

prancha-de-surf-comsurf

Em geral, se você pratica algum esporte e já tem um equipamento bom é melhor trazer na mala. Caso você queira aprender  ou não tenha um equipamento de qualidade, você pode alugar ou comprar aqui por um preço muito similar ao do Brasil.

  • ARTIGOS DE ESPORTES QUE VOCÊ NÃO PRATICA MAIS QUER APRENDER: nove em cada dez pessoas juram que vão aprender a surfar na Austrália e nunca aprendem. Às vezes um desejo só é legal enquanto desejo, na realidade não combinam com você. Deixe para comprar/alugar aqui caso você seja um desses nove.
  • EQUIPAMENTOS QUE SERÃO USADOS SOMENTE EM UMA OCASIÃO ESPECÍFICA: se for para usar em um lugar em alguma viagem, de repente alugar seja mais simples e mais barato do que embarcar com o equipamento no Brasil.
  • EQUIPAMENTOS DE MÁ QUALIDADE: certos equipamentos podem dar uma grande dor de cabeça para embarcar, além de exigir um bom investimento. Se os artigos que você tem não são tão bons assim, uma boa opção é comprar novos na cidade em que você for morar ou aluga-los quando for usar.

Comida e bebida

comida

Sim, você vai sentir falta de muitas comidas e bebidas do Brasil. Se assegure trazendo na mala suas guloseimas e bebidas preferidas. Spoiler: não existe Bacardi Big Apple, Catuaba ou cachaça por aqui. Mas não se esqueça que existe uma série de regras sobre comidas e bebidas que podem ser carregadas nas malas. Confira as regras da sua companhia de voo antes de embarcar.

  • LEITE CONDENSADO: é um mito de que só existe leite condensado no Brasil. Por aqui tem e, inclusive tem o da Nestlé. Não perca seu tempo colocando este item na mala.
  • PAÇOCA, GOIABADA, GUARANÁ: existem alguns mercados que vendem produtos internacionais que têm comida brasileira e, geralmente, esses três itens estão nas prateleiras.
  • DOCE DE LEITE PASTOSO: a não ser que você tenha uma marca preferida, você pode fazer o doce de leite fervendo uma lata de leite condensado, como mostra aqui. Se você não tiver panela de pressão, é só deixar ferver por mais tempo.

 

Sobre o autor

Ligia Ruy

Deixe seu comentário

doze − cinco =