Música

Música na Austrália

Music
Publicado por Marina Abreu Silva

Eu sou apaixonada por música e praticamente só saio de casa se for pra assistir a um show ao vivo.
A Austrália recebe muitas atrações internacionais mas existe muito talento e coisa boa por aqui e é disso que vamos falar!

Se você curte música, acompanhe essa área, comente e envie suas idéias

Primeiro alguns pontos que notei indo a shows aqui:

  • Na maioria dos shows que fui o público não canta as músicas super alto como estamos acostumados no Brasil. Várias pessoas cantam baixinho ou as vezes só abrem a boca mas não fazem nenhum som. A Gab diz que é porque pagamos pra escutar a banda e não um(a) fã cantando desafinado no nosso ouvido.. o que faz sentido.. mas por outro lado eu imagino que a banda deve curtir quando todo mundo canta a música junto com eles.
  • É muito comum ver bandas tocando somente músicas originais com a casa cheia, mesmo sem ninguém conhecer uma música. Isso eu acho sensacional! Tem bastante espaço pra música independente aqui e muitos bares e casas de shows só tocam originais e o pessoal vai justamente pra descobrir coisas novas ou vão porque sabem que o lugar é legal e sempre tem música boa.
  • Normalmente dá pra ficar super perto do palco nos shows. Na maioria das casas de show de pequeno e médio porte não tem aquele buraco ou cerca gigante antes do palco.. os seguranças também não ficam na sua frente tapando sua visão, eles tentam ficar nos cantos pra não atrapalhar ninguém.
  • Apesar de várias atrações internacionais virem para Austrália, o valor do ingresso é uma pequena fortuna e é uma luta pra comprar já que eles podem acabar em 10 minutos. Mas em compensação dá pra ir a shows de bandas australianas por $10-$60 dólares, incluindo bandas super famosas por aqui.
  • Se você mora nas maiores cidades da Austrália, é muito comum “trombar” nos seus músicos preferidos nas ruas ou até mesmo em outros shows.
  • Os shows sempre começam na hora certa e terminam na hora certa.
    Já vi banda “grande” ser cortada do show porque começou atrasada e não teve tempo de terminar o set.

Além de ir a shows eu tento ficar por dentro da cena musical atual escutando rádio. A minha radio preferida é a Triple J, uma rádio do governo que não tem comercial e tem como foco a música australiana e/ou alternativa. Eles também tem um canal somente de músicas/bandas independentes (Triple J Unhearthed) onde promovem as melhores bandas na rádio principal e tem um concurso anual onde selecionam algumas das bandas para tocar nos maiores festivais da Austrália.

Para inaugurar essa área eu vou apresentar, pra quem não conhece, o Flume.

Flume é um DJ, músico e produtor de 23 anos. Ele cresceu e ainda mora nas Northern Beaches em Sydney.

Ele ficou famoso quando lançou o álbum “Flume” em 2012 que ganhou vários prêmios importantes.

No final de maio ele lançou a nova música de trabalho “Some Minds (feat. Andrew Wyatt)” e o vídeo que foi gravado dentro da Opera House onde podemos babar ver toda a arquitetura interior da Opera.

Se você quer escutar mais bandas australianas, siga nossa playlist “Tagarela – Bandas Australianas” no Spotify  ou Deezer com mais de 10h de música.

Se você não estiver conseguindo achar a playlist, ache meu perfil primeiro Nina Caxambu .

Sobre o autor

Marina Abreu Silva

Marina (Nina) mora em Sydney desde 2010. É barista, baterista, developer, blogger e agente educacional. Trabalha com intercâmbios e criou o site Tagarela pra ajudar outros brasileiros que tem a intenção de visitar, morar ou migrar para Australia.

2 Comentários

Deixe seu comentário

sete + 6 =