Dicas gerais e roteiros

Corre Bino! Golpes comuns na Austrália

Corre Bino
Publicado por Marina Abreu Silva

ciladaA maioria dos golpes são recorrentes mas quem acabou de chegar pode ser mais uma vítima.

Vou explicar os golpes mais comuns que acontecem com estudantes na Austrália.

Passagens aéreas super baratas

Sempre que você cotar passagem que não seja direto com a companhia aérea, entre no site da companhia e verifique o preço para a mesma data e mesmo trecho.

Se sua cotação estiver com 50-70% de desconto, desconfie! Principalmente se não te deixarem pagar com seu próprio cartão de crédito.

Algumas “empresas” oferecem esse tipo de desconto porque compram as passagens com cartões clonados ou com milhas e você pode ter a decepção de chegar no aeroporto e não conseguir embarcar (o dono do cartão cancelou a transação) além de poder ter que explicar o porque e ter uma passagem em mãos comprada por um cartão clonado.

O barato pode sair muito caro!

Aluguel de apto ou quarto mas a pessoa está viajando, não está no país

Você pode achar um anúncio perfeito de um lugar pra alugar, preço, localização, fotos.. um sonho.

Troca uns e-mails com a pessoa e ela diz que não está no país ou no estado, pra você fazer um depósito que uma outra pessoa vai te dar a chave.

É claro que é golpe!! Mas por incrível que pareça, muita gente ainda cai.

Antes de alugar QUALQUER apartamento ou quarto, faça uma inspeção, pesquise pelo endereço e veja se as fotos são realmente do lugar (vários golpes usam as mesmas fotos para vários endereços diferentes).

Peça seu recibo do bond, cópia do documento de quem está alugando pra você, contatos de telefone, email.

Aluguel de casa ou quarto por estrangeiros nos grupos de brasileiros

Nem sempre é golpe, mas fiquem de olho quando pessoas que são de outros países e usam os grupos de brasileiros para alugar quartos e casas.

Normalmente o preço é bom demais pra ser verdade e você até chega a ver o local, mas quando vai mudar, já está alugado pra outra pessoa, ou eles fingem que não sabem de nada e você já depositou o bonde.

Verifique o perfil de quem posta a vaga no facebook, normalmente não tem muitas informações e é bem suspeito.

Trabalho sem entrevista e você tem que pagar uma taxa ou enviar seus documentos

Você aplica para uma vaga de trabalho e não faz nenhuma entrevista pessoalmente, somente troca de emails.

Recebe formulários para preencher pedindo seus dados, passaporte, conta bancária.

Não envie seus dados de passaporte ou dados bancários para um empregador sem conhecê-lo pessoalmente!!

E muitos desses golpes podem ser evitados se você conferir o email da pessoa (emails com dominios “estranhos”), nome, ou até mesmo uma parte do texto do email (eles costumam usar os mesmos dados para vários golpes e você acha no google).

Quando você envia os dados do seu passaporte e dados bancários, os golpistas podem lançar um débito automático na sua conta ou usar seus dados para outros golpes.

Outros não pedem esses dados mas dizem que antes de começar o emprego você tem que pagar uma taxa para o uniforme ou outra coisa. Não envie dinheiro para uma “empresa”, se você precisa comprar seu uniforme, diga que você mesmo irá comprar ou vá conhecer o lugar antes de qualquer coisa.

Trabalhos de Cleaner, assédio sexual

Infelizmente esse tipo de “golpe” é mais difícil de identificar.

Alguns já dão a dica de cara quando pedem pra você ir trabalhar com uma roupa específica ou oferecem muito mais que o normal para um emprego de cleaner.

Faça algumas perguntas antes de aceitar o trabalho na casa de alguém, principalmente quando o anúncio vier de um homem. Pergunte se ele mora sozinho, se vai estar em casa, diga que uma amiga ou um amigo vai te levar e buscar, evite aceitar caronas nesses casos.

Já vi várias meninas reclamando, inclusive de um senhor de 70 anos, que sempre chama meninas para cleaner e tenta agarrá-las.  Uns meses atrás uma meninas reclamou desse senhor e outra disse que o mesmo cara fez isso com ela 8 anos atrás! E sabe porque isso continua acontecendo? Porque ninguém denuncia. Muita gente acha que a polícia não vai fazer nada, não vai ajudar estudante, que tava trabalhando por “cash in hand”.. isso não é verdade! Denuncie e evite que outra pessoas passem pela mesma situação.

A polícia leva muito a sério assédio sexual.

Trabalhar de casa, trabalhar pouco por muito dinheiro

Isso não seria preciso nem comentar se eu não tivesse visto tanta gente respondendo anúncios nos grupos do facebook quando alguém posta “Saiba como trabalhar pouco e ganhar muito dinheiro..” “Trabalhe algumas horas por semana, da sua casa e ganhe $XXX” .

GOLPE! Pode ser pirâmide ou algumas vezes usam sua conta no ebay ou gumtree para lavagem de dinheiro ou dar outros golpes e no final quem leva a pior é você.

Ligação ou email da Imigração, do ATO (Tax) ou do seu banco

Desconfie quando alguém te ligar ou enviar email pedindo seus dados ou dizendo que você tem que pagar uma multa ou taxa.

Desligue (se for uma ligação), procure o número “oficial” e entre em contato. Se eles realmente te ligaram você vai conseguir maiores informações pelo número oficial.

Trial sem pagar

Saiba as regras do trial clicando AQUI.

Trabalhar um dia inteiro sem pagar como trial é ilegal e muitas vezes é golpe. Já vi muitas empresas usarem isso pra tere funcionários de graça o mês inteiro, cada dia um diferente fazendo trial.

O trial deve ser somente o tempo suficiente pra você provar que sabe fazer o trabalho, uma ou duas horas, mais que isso é um diade trabalho e você deve receber por isso!

Pagar para trabalhar

Algumas empresas te oferecem um trainee ou “experiência de trabalho” mas pedem pra você pagar mais de $1000 dólares para pegar a vaga.

Isso é ilegal! Muita gente aceita pra ter uma experiência na área e é por isso que eles continuam fazendo!

 

Se você sabe de outro golpe, deixe seu comentário! Divulgue e vamos evitar que outras pessoas caiam nessa.

Isso é uma cilada Bino!!!!

O melhor jeito de não cair em um golpe é entender que o que vem fácil vai fácil, muito dinheiro pra pouco trabalho nem sempre funciona e o barato sai caro.

Sobre o autor

Marina Abreu Silva

Marina (Nina) mora em Sydney desde 2010. É barista, baterista, developer, blogger e agente educacional. Trabalha com intercâmbios e criou o site Tagarela pra ajudar outros brasileiros que tem a intenção de visitar, morar ou migrar para Australia.

Deixe seu comentário

15 + dez =